sexta-feira, 19 de novembro de 2010

O homem mais puro do mundo

Galeguinho é um surfista de um dos lugares mais bonitos do mundo - se não for o mais bonito -. Fernando de Noronha é uma ilha paradisíaca e quando se chega nela, tem-se a impressão de que se atravessou um portal para uma outra dimensão.
Ali, até as horas parecem passar de forma diferente e os problemas da vida (ir)real, parecem se tornar pequenos, exatamente pelo contato com uma natureza tão bela. A bela sensação de proximidade de Deus.
É um desses surfistas de alma, extremamente puro de coração, daquelas pessoas que não conseguem desejar mal para ninguém. Fala de Deus e de Jesus Cristo, não como quem fala de algo inatingível e distante, mas com a simplicidade de quem fala de um amigo. Possui pouco, mas é extremamente feliz.
Todos o adoram, basta sair pelas ruas ao seu lado e todos fazem questão de cumprimentá-lo com o muito ouvido "Ô Galeguinho!", acompanhado de um sorriso, seja pelos pedreiros das construções, ou pelo rico empresário de uma das pousadas mais bonitas daquele local.
Seu emprego não poderia ter mais a sua cara. É pegador de tartarugas.
- Mas eu não pego pra caçar não, é pro pessoal do Projeto Tamar estudar, colocar as pulseiras e soltar de novo.
Algum tempo atrás, teve problemas, precisou deixar a casa onde morava e não tinha para onde ir. "Se é para morar em algum lugar, deixa eu procurar o lugar mais bonito daqui", pensou. Foi assim que morou, durante quase 6 meses em umas cavernas, com uma das vistas mais bonitas para o mar, de azul turqueza, de Noronha.
Não passou esse tempo isolado, continuava com a mesma vida que tinha, saindo com os amigos, apenas, de noite, seguia feliz para sua morada provisória - hoje vive em um trailler, doado por um amigo do continente.
Nos levou até lá onde, olhando para o incrível visual, lhe disse: "você era um cara feliz , hein meu?".
Sem pensar, me respondeu:
- Era não, eu sou feliz, brother, porque eu tenho Jesus no coração...
Quanta verdade em tanta simplicidade.
6 meses morando em uma caverna, em contato íntimo com a natureza e com Deus. tem melhor receita para ser feliz?


O vídeo mostra Galeguinho, o homem mais puro de mundo, nos apresentando sua querida caverna.

video

36 comentários:

  1. É difícil se imaginar morando numa caverna; aos ouvidos de terceiros pareceria mais uma aventura adolescente, que aproveita sua fase "foda-se o mundo" para curtir uma aventura diferente.
    Já este surfista, como você mesmo disse, "puro de coração", mantém um contato singular com a natureza, e tem o privilégio de desfrutar de momentos de íntima relação seja no mar ou na terra. Incrível!
    Parabéns Wolber, você tá se tornando um caça talentos! Seja sanfoneiro, surfista ou parteira, trombou com o Dr., vira história!
    Admiro a maneira que vê as histórias e nos conta, afinal conhecemos e vemos tantas coisas e pessoas inusitadas, que acabam caindo no esquecimento. Esta é a oportunidade de garantir que tudo isso permaneça para a eternidade!

    Um forte abraço para nova Águia,

    Carlos

    ResponderExcluir
  2. heita que lindo isso..morar em uma caverna que aventura em?
    esse fez jus a façanha da vida..
    que viver é na verdade uma grande aventura...
    uma boa tarde..

    ResponderExcluir
  3. Receitas simples são as mais gostosas pra mim, mas podem não ser pra vc é uma questão de gosto, no entanto ser feliz é mais que uma perspectiva e aí os que não acham tem que me desculpar.
    Eu fiquei com inveja.
    Já pensou, a criatura se mete em vida complicada e depois fica bicuda com a paz alheia, KKKKKKKK

    Bj

    ResponderExcluir
  4. Realmente não tem melhor receita. E eu agora fiquei aqui com mais vontade ainda de conhecer Fernando de Noronha rss
    Bom fim de semana querido, beijos.

    ResponderExcluir
  5. Grande Carlão!! Tudo bem, meu amigo?

    Cara, esse galeguinho é uma pessoa especial. Puro, como é difícil encontrar hoje em dia. Um exemplo de fé e de perseverança.

    Tem algumas histórias dele, entre engraçadas e emocionantes. Aos poucos vou soltando pelo blog.

    Muito obrigado pelas palavras. Você é um grande amigo e sempre foi um incentivador. Agradeço, de coração!

    Grande abraço!!

    ResponderExcluir
  6. Uma grande aventura Déya. Pena que as vezes deixamos de perceber isso imersos na correria do cotidiano, acordando, trabalhando e descansando.

    Pessoas como o Galego nos fazem lembrar que na vida há mais. Basta levantarmos a cabeça.

    Beijo, minha amiga!

    ResponderExcluir
  7. Oi Rosa!!

    Haha, verdade, temos que tomar muito cuidado com essas pessoas. Muitos não tem coragem de encarar a felicidade na simplicidade de frente, e podem "atirar pedras" nos que conseguem.

    Mas você disse uma boa verdade: também é questão de gosto. Há pessoas que não dormiriam numa caverna, mas são simples de alma também. Não há regra.

    Regra é buscar a felicidade e nisso você acertou de novo! ;)

    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Olá Miss!! Tudo bem?

    Olha, recomendo com todas as minhas forças! Digo, sem medo de errar, que vale mais à pena do que qualquer viagem para o exterior.

    Já tinha ouvido maravilhas de todos que já foram para lá, tinha um certo medo de achar que não era tanto.

    Impossível! Pode achar que é lindo. Será mais! :)

    Beijão!

    ResponderExcluir
  9. Ahhhh, Wolber!

    Todaaaaaaaaaaa vez que eu entrar aqui agora, vou ter que tomar alguma coisa pra acalmar a taquicardia do meu coração rs.
    Tanta história lindaaaaaaaa nesse mundão de meu Deus..
    Primeiro, que tenho uma imensa vontade de conhecer Fernando de Noronha.
    Pelo que eu vejo na TV, ali é um pedaço do paraiso, do Céu.
    Wolber, eu acho e achei essa história linda.
    Sim, numa caverna, e dai?
    Sem o conforto de uma casa, onde muitas vezes a gente tem TUDO, e ao mesmo tempo não tem NADA.
    Uma vez o Chico Xavier disse que a gente precisa de tão pouco pra ser feliz..
    E eu entendo o que ele quis dizer.
    Muitas vezes bens materiais não são nada. Muitas pessoas os tem, e são infelizes.
    Eu vejo pelos videos dos lugares que vcs vão fazer aquele trabalho lindoooo, e o que eu vejo é só sorriso no rosto das pessoas.
    Felicidade independe do que tem fora de nós.
    É dentro que ela mora.

    Meu amigo, que BENÇÃOOOOO ter conhecido você.

    Ô Wolber, eu te gosto muito viu!

    Um abraço meu!!!

    ResponderExcluir
  10. E pensar que a gente faz questão de tanta tralha achando que a tal felicidade está nisso...
    Gostei muito do seu post!

    ResponderExcluir
  11. Wolber,

    Sobre o DOM de deixar as pessoas felizes, como disse o Cazuza,

    VOCÊ TEM ESSE DOM MEU AMIGO!!!!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  12. Que lugar maravilhoso...
    Que risada mais gostosa.
    : )

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  13. BOM FERNANDO DE NORONHA PELO AMOR DE DEUS..QUE ESTAVA INSPIRADO QUANDO FEZ AQUELE LUGAR NÉ??AINDA NÃO FUI LA MAS SONHO MUITO GRANDE UM DIA PISAR MEUS PÉS E OLHAR PRA ESSE MAR AZUL...QUANTO AO GALEGO QUE CARA DE GENTE BOA ..COM DEUS NO CORAÇÃO E DE BEM COM A VIDA E NEM PRECISA DE MUITO MESMO NÉ??ANTES TAMBEM TINHA JESUS NUM PEDESTAL SABE QUE HOJE ELE TAMBEM ESTA DO MEU LADO E ME FAZ FELIZ ....NÃO COMO ESSE MOÇO O GALEGO POIS TAMBEM COM A PAISAGEM QUE ELE TEM NA JANELA DO SEU APTO QUE O HOTEL DELE É DE 1000 ESTRELAS ..NÃO 5 1000 TODAS BRILHANDO NESSE LUGAR LINDO ABENÇOADO E TAMBEM NO CORAÇÃO DESSA PESSOA TÃO HUMILDE MAS QUE NOS DA UMA AULA DE AMOR DEVOÇÃO A DEUS ..ENFIM LIÇÃO DE VIDA...E OUTRA RAZÃO PRA LEVANTAR TODOS OS DIAS E PARAR DE RECLAMAR DA VIDA...
    BOM FINAL DE SEMANA PRA VOCE..
    OTILIA

    ResponderExcluir
  14. Quanto custa mesmo o aluguel da caverna?kkk
    Muito legal adorei...
    felicidades

    ResponderExcluir
  15. Me encanta conhecer histórias assim, de pessoas genuínas. Que bom que elas ainda existem, né?

    Quanto a viver em uma caverna... Vixe maria... Baita aventura!

    Beijos, doutor!

    ResponderExcluir
  16. Oi Sil!! Tudo bem, minha querida amiga?

    Você, como sempre, acertou o ponto: bens materiais não trazem a felicidade que tanto se procura. E vou mais além, se pensarmos em felicidade, na acepção da palavra, dinheiro é um karma.

    Para quem acredita no espiritismo, vir rico a este mundo, é um desafio mais difícil ainda para a melhora espiritual.

    Como você mesma disse, no sertão, as pessoas tem pouco, há casas que quase não tem móveis. Quando sentamos nos banquinhos de madeira e coro de bode, para tomar uma água, vemos aquele sorriso puro, de quem, todo dia, está de bem com a vida.

    Xico Xavier foi um dos maiores sábios que já pisaram por aqui. Precisamos de muito pouco para sermos felizes. E afastamos a felicidade justamente por querer mais e mais.

    Sil, sou muito feliz por ter sua amizade!!! :)

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  17. Oi Nira!! Tudo bem?

    Pois é, exatamente o que respondi no comentário para Sil.

    Quanto mais corrermos atrás de "tralhas" para sermos felizes, mais se torna difícil encontrar a tão sonhada felicidade.

    Obrigado Nira!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  18. Hahaha! Ô Sil, muito obrigado!

    Então somos dois, minha amiga! :)

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  19. Olá, minha amiga policial!! Tudo bem?

    E bota maravilhoso nisso! É, realmente, um pedaço do paraíso na terra. Incrível!

    E uma risada, de verdade, não para deixar o outro feliz apenas, é sempre gostosa, não é?

    Grande beijo e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  20. Oi Otilia!! Tudo bem com você?

    Olha, um grande amigo meu, o Wanderson, que aparece no vídeo, diz: "quando Deus criou esse lugar, deixou os anjos brincando lá, de fazer o que achassem mais fantástico".

    E parece mesmo, minha amiga. A cada lugar que você olha, tem aquele mar azul forte, de várias tonalidades, e pequenas ilhotas, vulcõezinhos que saem dele, bem próximo à areia.

    E concordo quanto ao 1000 estrelas do "hotel" do galeguinho. E acredita que agora ele está vazio?? Meu Deus, que desperdício. Acho que vou morar em uma delas e abrir o consultório na caverna do lado. Não pegaria nem trânsito! rs

    Otilia, ótimo fim de semana pra você!

    beijão!

    ResponderExcluir
  21. Hahahaha! Olá amiga do Burro que Chora!

    Olha, você não vai acreditar: é de graça!! Pena que não há como "alugar" ali, a ilha é muito protegida ambientalmente, e não deixariam turista algum ficar ali.

    Só o Galeguinho teve este privilégio. :)

    Beijão!

    ResponderExcluir
  22. Oi Milene!! Tudo bem?

    Se existem, aos montes por aí. Graças a Deus!

    Tem que ter coragem para morar ali por um tempo. Eu gostaria, viu?! Seria uma ótima experiência.

    Beijos, minha amiga!

    ResponderExcluir
  23. Uma lição de simplicidade e felicidade. Com "Jesus no coração". Devemos aprender muito com essa história. Adorei.

    ResponderExcluir
  24. Olá Lua! Que prazer receber sua luz neste blog! :)

    Uma linda lição. Curioso como as pessoas e coisas mais simples nos dão as lições mais valiosas.

    Fico feliz que tenha gostado e mais ainda com sua presença por aqui. ;)

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  25. Oiiiiiiii !!
    Nossa vou te dizer, as vezes por mais puro que sejamos a vida vai nos arrastando e qdo vamos ver babau rs !!!
    Eu não acho que eu sou pura , mas sou simples e meu coração não derrete, ja é derretido, pq sou tão boazinha que chego a ser bobona rs , mas eu nao ligo !
    Eu tb nunca reclamo de nada, nem qdo passei por grandes problemas , como um post que já fiz no meu antigo blog : "Sempre tem um problema maior do que o seu !" ....e solução só não existe pra morte...reclamamos demais e vivemos de menos !

    Beijoooooos

    ResponderExcluir
  26. Wolber, bom diaaaaaaaa meu querido!!!

    Passei pra deixar um abraço, nesse amigo muito estimado!!!

    ResponderExcluir
  27. Oi Ana!! Tudo bem?

    Também tenho o mesmo "problema" que você. E é engraçado o mundo em que vivemos, quando ser bonzinho demais passa a ser visto como um problema, como uma pessoa que pode ser passada para trás.

    Uma pena isso. Temos que consertar esse mundo, e logo! Antes que os bonzinhos tenham que se tornar mais duros para enfrentar os espertos.

    Mas sou otimista. Está melhorando, devagar, mas está. ;)

    Beijo Ana!

    ResponderExcluir
  28. Bom dia Sil!!

    Que bom receber este bom dia, no começo da semana!

    Uma ótima semana para você, minha amiga!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  29. Parabens pelo blog e muito mais pelo conteúdo transmitido...

    Somos assim, bem sertanejos...Com atitudes que estimula confiança embora genuínas, mas com sorrisos falamos: PODE ENTRAR, FIQUE A VONTADE!

    Continue cada passo e compartilhe cada linha, cada suspiro, lance-se!

    Avante!

    Serra Talhada - PE - Sertão Pernambucano

    ResponderExcluir
  30. Oi Keyla!!

    Que prazer receber um comentário (e tão bacana!) do sertão Pernambucano! :)

    Trabalhamos em Manari, também pela sua região, e criamos grandes amigos.

    Ser sertanejo é isso, é receber de braços abertos, é sempre ter um sorriso no rosto para lhe dar, é dar a melhor coisa que tem a comer em casa para a visita, mesmo que ela mesma não como algo do tipo há muito tempo.

    Vocês são admiráveis e me orgulho muito de ter tantos amigos por este sertão adentro!

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  31. oi IRMAZINHO!!!
    Um dos meus sonhos foi realizando que era o "STUDIO DE FOTOGRAFIA FOTOXENTE".
    Eu ,Joyce e tds os outros realizamos.
    o outro é uma maquina fotografica.se DEUS quizer vou consegui realiza.
    IRMAZINHO meus parabéns por essa post,muito bom como senpre!!!
    muito obrigando pelo presente!!!!

    ResponderExcluir
  32. Grande Luan!! Saudade de você irmãozinho!

    Cara, você sabe que para realizar nossos sonhos, basta acreditarmos, não é?

    O estúdio que vocês montaram com tanto carinho e dedicação na escola é a prova disso. Os próximos virão, acredite! ;)

    Que bom que gostou do post. Tava sentindo falta dos seus comentários.

    Abração Luan!

    ResponderExcluir
  33. Wolber,

    Em teu comentário no meu texto CARTA À MINHA AVÓ, eu senti que você vê além. Inconscientemente, de forma natural, sem saber, você completou o meu texto ao escrever aquela parte sobre "descartar pessoas". É como se você soubesse de mim, da minha vida. Fiquei arrepiada. Li várias vezes para acreditar. Tua alma é assim, abençoada (sem querer, você mandou um recado que eu não mandaria... mas fiquei felizzzzz, um tanto...).

    Quanto ao moço que morou na caverna, ele é rico, tem felicidade dentro dele. Tem Deus, sem pieguices.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  34. Lily! Como vai, minha amiga?

    Nossa, que bacana. Fico muito feliz de ter percebido coisas nas entrelinhas. Talvez por você ser uma pessoa muito sincera e boa de coração. Pode ser mais fácil sentir o que se passa naquelas palavras num texto tão bonito como a "carta à minha avó".

    Espero não ter sido "enxerido" e falado nada que você não quisesse. Pode me dar uma bronca se preciso, hein?! rs

    E você disse tudo sobre o galeguinho. É rico, com toda a certeza do mundo. Afinal, nós procuramos ficar rico com dinheiro para sermos felizes, não é?

    Pergunta que não cala: Por que não sejamos felizes mesmo sem dinheiro? Quantos não o são?

    Grande abraço Lily! sempre um prazer te receber aqui!

    ResponderExcluir
  35. Tão bom , se todos entendêssemos, que a felicidade tem moradia em nossa alma. Que se nossa alma é livre de apegos materiais, estaremos bem em qualquer lugar do mundo.Antes da nossa evolução, morávamos em cavernas....e hoje em casa, cada vez mais elegantes, nos fazem ser escravos do serviço em busca do ouro para mantermos o padrão de luxo que optamos. Será quem é mais feliz? Uma pessoa feito o "Galeguinho", ou um empresário multimilionário? Sem tanta privacidade para "curtir a vida", em um lugar que acredito sim muito lindo, feito Fernando de Noronha?
    Um caso a pensar.
    Gostei do seu blog.
    Deixo-lhe um abraço.

    ResponderExcluir
  36. Olá Dayse! Tudo bem?

    Que prazer sua visita aqui, em um texto que já faz um tempinho que postei. Fico muito feliz, vendo que deu uma passeada por aqui.

    Você não poderia sintetizar melhor a essência do texto e do nosso amigo Galeguinho.

    Te digo sem sombra de dúvidas: podemos achar alguém rico feliz como ele, nunca mais do que ele. E olha que pra achar alguém feliz assim na cidade grande procuraríamos muuuito.

    Obrigado pela visita!

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir