quarta-feira, 30 de março de 2011

Politicagem

Poucas palavras me embrulham mais o estômago do que esta. Para quem faz trabalho social e, com frequência, mantém contato com políticos, não é fácil lidar com muitas dessas situações que aparecem.
Há prefeitos que apoiam, gostam do projeto e, realmente, se empenham em ajudar. Por mais incrível que possa parecer, para nós brasileiros, que estamos acostumados a imaginar políticos com chifres e tridentes. Sempre me preocupo em não generalizar, e também devo escrever quando recebemos algum apoio do poder público. Há pessoas boas e ruins em qualquer esfera, nesta não é diferente.
Mas semana passada tivemos mais um exemplo da parte triste da política brasileira. Realizamos em Lençóis, na Bahia, o Primeiro Encontro Amigos do Planeta na Escola. Uma semana de seminário, onde as dez escolas em que trabalhamos nos dois últimos anos, levaram apresentações onde demonstravam como os trabalhos que implantamos seguem em cada região.
Foi um sucesso. Em torno de cinco integrantes de cada município, viajaram de vários estados brasileiros (Minas, Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Maranhão, Piauí e Ceará), num percurso que chegava, em alguns casos, a mais de 1000 quilômetros!
Um grupo de educadores subiu no palco. A diretora da escola agradeceu a todos e contou sobre a dificuldade em chegar até ali. Com os olhos cheios de lágrimas, disse que o prefeito negou o veículo que as levaria ao encontro, dias antes da viagem. Não entendiam o motivo, correram atrás, tentaram de todas as formas, mas ganhavam apenas um lacônico "não". Até que uma pessoa de dentro da prefeitura, lhe disse:
- Olha, não diga a ninguém que eu te falei, mas se você quiser ir, troque a equipe.
Tudo começou a se explicar, as outras professoras eram de outro partido.
- Como eu vou trocar a equipe se elas tocaram esse projeto comigo? - retrucou.
Politicagem. Uma das maiores chagas que afetam nosso país, acabava de atingir uma equipe que havia realizado um ótimo trabalho para os alunos de sua escola.
A diretora conseguiu o apoio do presidente da câmara de vereadores e um veículo foi emprestado para levar a equipe.
Contando essa história, as lágrimas não resistiram e rolaram. À sua frente, muitos educadores, uns passaram algo parecido, outros não, mas todos as aplaudiam, solidários por sua luta.

17 comentários:

  1. Amigo Wolber...

    Não irei "politicar" comentando o ocorrido pois sou apolitico apologético..
    "No Fétido meio pocilgo prevalece a indiferença ao merecedor e o louvor ao imperativo eleito. " By Tatto

    Deussssssssssskiajude tua iniciativa e parabéns
    Abraços
    Tatto

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente, uma das piores consequência da chamada politicagem é esta posição: quem não for alimentado através de minha mão, que morra de fome!
    Eles não ligam que alguém esteja fazendo um bom e honesto trabalho, se este alguém não for da "sua" política!
    Mas, como fazer algo sem a benção deles (os políticos)?
    Se percebem que alguém está fazendo algo bom, querem levar os créditos por isto; se não forem aceitos, então dão um jeito de inviabilizar o trabalho, mesmo que isto prejudique os eventuais beneficiados!
    É preciso muito jogo de cintura!
    Abraços, amigo!

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde, querido amigo Wolber.

    É de embrulhar o estômago, é de ter raiva mesmo!
    São esses, os representantes do povo.
    Se é de outro partido, não há de lhes valer sifrão. MERCENÁRIOS!!

    Um grande abraço.
    Que Deus ilumine todos vocês, dando-lhes também "estômago" para continuar.

    ResponderExcluir
  4. Politicagem, é a trava do progresso do meu querido Brasil. Encontro essas barreiras por aqui também.

    ResponderExcluir
  5. Cara, que lindo isso. Essa gente nossa, que lida com essas dificuldades que para mim são difíceis até de me imaginar lidando e saem vitoriosas de sucetivas derrotas. Tenho muito a aprender com essas pessoas que abrem o peito e com coragem seguem de encontro aos seus objetivos, desviando dos obstáculos! Valeu por compartilhar isso!
    grande abraço, saudades dos meus irmãos IBS.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Querido amigo,Wolber.
    Infelizmente,esta é uma situação muito freqüente no Sertão Nordestino.Nós somos vitimas de uma estrutura política arcaica,unilateral e reacionária.Seu texto reflete justamente a realidade de um povo que ainda sofre nas mãos daqueles que herdaram de um período colonial o modelo coronelista de administrar.No mais quero parabenizar pelo seu trabalho deixando um grande abraço e a satisfação de ter conhecido e, um dia ter feito parte de uma equipe como os Amigos do Planeta na Escola.

    Abraço Cordial

    Luciano Guimarães -- Cabaceiras/Paraíba

    ResponderExcluir
  8. Olá Tatto! Como vai, meu amigo?

    Haha, suas "conjecturas" são excelentes! Assim que pegar um dicionário, tenho certeza que concordarei tim tim por tim tim... rs

    Ser apolítico é uma boa saída. As vezes me canso de ver tantas vezes os mesmos problemas se repetindo.

    Valeu pela visita, meu amigo!

    Um abração!

    ResponderExcluir
  9. Olá Wolber, quanto tempo não meu amigo?

    É realmente vergonhoso uma situação dessas... Negar um veículo para os educadores para um projeto que iria beneficiar a cidade por causa de política é realmente triste! É comum aqui no Nordeste isso acontecer, mas eles não percebem que isso só irá prejudicar a própria cidade.
    Fico realmente chocada com isso, é mais uma realidade desse nosso mundo, não é !?

    Poxa Wolber, apesar dessa historia realmente vergonhosa fica a força de vontade que o ser humano tem conquistar o que deseja sem temer as dificuldades.

    Quanto ao encontro deve ter sido muito prazeroso essa semana que vocês passaram em Lençóis, foi uma pena eu não ter ido, mas houve uma série de problemas que impossibilitou a minha ida... Outras chances eu sei que irão aparecer!
    Mesmo que eu não tenha ido mim emocionei muito(como sempre) quando mim falaram que Luis realmente quer que eu faça parte desse projeto, fiquei muito feliz mesmo! Mas um sonho meu que vocês estão realizando... Só tenho a agradecer, nem sei se realmente mereço isso tudo.

    Bom... Estarei acompanhado seu Blog agora e você voltará a ver meus comentários nas suas postagens.

    Um beijo enorme, muitas saudades...

    ResponderExcluir
  10. Daqui a dois anos estarei junto com vocês, participando desse projeto tão grandioso para nossa gente!

    Vocês nos enche de orgulho, e pretendo vê-lo aqui hein !?

    Saudades...

    ResponderExcluir
  11. Olá Leonel! Tudo bem?

    É uma situação muito difícil. Eu acredito que o conserto de nosso país está em melhorar a educação. Só assim as pessoas conseguirão cobrar para diminuir a corrupção, que joga milhões e milhões pelos ralos do nosso sistema.

    Agora, se são eles quem na teoria melhorariam a educação, como esperar?

    Por isso investimos tudo nesse trabalho, é como se fôssemos melhorando a educação aos poucos. Um dia chegamos lá. :)

    PRazer tê-lo aqui, meu amigo!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  12. Olá, querida amiga Amapola! Tudo bem?

    Esses são nossos representantes. E o pior é que somos nós quem os colocamos lá. No interior vemos muito essa cena: quando o outro partido ganha, diretores, professores, agentes de saúde, acabam sendo afastados, mandados para escolas e regiões distantes e partidários de seus partidos tomam seus lugares.

    Triste realidade. Que engrenagem difícil de se arrumar!

    Pode deixar, que nosso estômago está muito acostumado. É forte pra caramba! :)

    Grande abraço, Amapola!

    ResponderExcluir
  13. Oi Si! Tudo bem?

    É a trava de nosso país inteiro, está em todos os setores da nossa política.

    Como disse no texto, não generalizo, mas que o time dos que atrasam nosso Brasil é forte e numeroso, isso é...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  14. Wolber estou de acordo. É a politicagem que atrasa o desenvolvimento do nosso país.
    Bom sábado!
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  15. oi IRMAZINHO!!
    saudades de todos vcs!!!
    IRMAZINHO eu vou da sim...
    ei vcs vão esta aqui na FESTA DO BODE REI 2011??
    Eu estou arrumando o seu presente...
    eu acho que ñ peciso nem comenta sonber o pots,
    pois esta de maisss.
    nota 10000000000000000000000000000000.
    se Deus quiser daqui a dois anos estarei com vcs..

    SAUDADES!!!

    ResponderExcluir
  16. Carla, eu realmente acho que nosso sistema político é o que atravanca nosso país.

    Se fechássemos, pouco que seja, a torneira da corrupção, sobraria dinheiro para se investir em saúde, educação, infraestrutura...

    O que não consigo entender é como um político que desvia milhões para o exterior pode colocar a cabeça no travesseiro e dormir ao ver cenas de tantas pessoas morrendo no corredor dos hospitais.

    Um dia isso vai bater fundo na consciência...

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  17. Fala Luan!! Tudo bem, irmãozinho?

    Carinha, infelizmente vai ser muito difícil conseguir ir na festa do bode rei. Do jeito que estamos cheios de viagens este ano, se sair mais uma vez meus pacientes me deserdam! :)

    Espero que dê certo daqui a dois anos! Vamos torcer! ;)

    Obrigado pelos elogios Luan! Saudade de você e dos amigos de cabaceiras!

    Um abração!

    ResponderExcluir